quarta-feira, 21 de setembro de 2016

[Dica] Começando a trabalhar com o feltro: Iniciantes #1

Gente querida, hoje em dia, o Feltro está deixando muitas artesãs apaixonadas por ele, afinal, é um material muito versátil, com o custo bastante acessível e que gera produtos maravilhosos, mas, ainda sim, existem muitas pessoas que ficam encantadas com os trabalhos prontos, tem muita vontade de aprender.
Eu não sou uma expert, mas, já fiz alguns trabalhos em feltro e aprendi algumas técnicas que poderão ajudar você a começar também. Vamos começar?

O que é o Feltro?
Este material delicioso e barato é o que chamamos de TNT (tecido-não-tecido), pois ele não é feito do entrelaçamento de fios, e sim da compactação de fibras, nos faz lembrar da lã, pois, ele é felpudinho e macio.

Onde e como comprar o feltro?
O Feltro é um material muito simples de ser encontrado, seja em lojas virtuais que fazem a entrega para todo o país, ou em lojas físicas de tecido ou de armarinhos.
É vendido com este nome mesmo, por metro ou centímetros, eu normalmente compro pedaços de 20 cm de largura (o comprimento padrão é de 1 metro e 40 centímetros), com esta medida, dá para produzir muitas coisas, e você terá uma grande variedade de cores.

O feltro tem lado avesso?
Existe uma diferença muito sutil entre os lados, pois, um é mais poroso, ou seja, possui "buraquinhos" que são em maior quantidade do que o outro lado, porém é mais macio e forma menos bolinhas, o outro lado possui menos furinhos e é menos macio.
Não existe uma orientação dos fabricantes nos dizendo qual deles é o lado avesso, assim sendo, você deve definir como lado certo o que mais lhe agradar aos olhos.
O interessante é que você mantenha um padrão nos seus trabalhos, para que fique sempre com o mesmo aspecto, ou seja, quando você definir o seu avesso, use-o como avesso até o fim do trabalho.
Existem no mercado várias artesãs maravilhosas, que desenvolvem trabalhos e moldes lindíssimos, eu trouxe duas delas para este post, para que você possa ver que elas utilizam o feltro com os lados diferentes uma da outra, ou seja, o que para uma é o avesso, para a outra é o lado correto, porém, ambas desenvolvem trabalhos belíssimos e impecáveis.
A Érica Catarina, do blog Ei, Menina! utiliza como o lado avesso o lado mais poroso, e o lado correto como o com menos furinhos, pois, para ela é o lado mais bonito, além de deixar o trabalho mais "limpo".
Veja alguns trabalhos dela:
Já a Fernanda Lacerda, do ateliê Boutique do Feltro utiliza como lado avesso o lado com menos porosidade, deixando como lado correto o lado com mais furinhos, justamente por ele ser mais macio e formar menos bolinhas.
Olhe só alguns trabalhos dela:
Para os meus trabalhos eu compartilho da mesma opinião que a Érica Catarina, uso o lado mais poroso como avesso, ou seja, é este o lado que eu risco e o meu lado correto é o lado mais liso.
Alguns trabalhos meus:
Porta Alianças Casal de Passarinho 
Bonecas articuladas Frozen: Anna e Elsa

Quais são os materiais básicos necessários, além do Feltro para produzir uma peça?
São poucos materiais básicos que você utiliza na confecção de uma peça em feltro, porém, essenciais, veja só:

*Caneta: pode ser a caneta esferográfica comum; marcador permanente (caneta para cd); caneta para tecido; canetinha; caneta em gel.
Todas essas opções riscam o feltro perfeitamente, sendo assim, você não precisa comprar a caneta, faça uma busca em casa mesmo.
***Para feltros nas cores mais escuras como o preto, uma opção muito bacana é utilizar giz de alfaiate; lápis de cor branco, lápis de costura.

*Tesoura: tesoura é um item indispensável, não precisa sair correndo para comprar uma nova, mas, o ideal, é que você tenha pelo menos duas tesouras: uma grande e uma pequena (para peças menores e detalhes).
As tesouras que eu uso são de uso geral, que custam em média R$ 15,00.

*Linhas: para fazermos o caseado no feltro, o ideal é que usemos linhas mais delicadas, que podem ser: linhas de meada, linhas de costura ou linhas de pesponto.
As linhas de meada parecem ser um pouquinho mais caras, mais na verdade compensa muito comprá-las, pois, cada meada possui geralmente 8 metros, que contém 6 fios, ou seja, você está comprando na verdade 48 metros de linha, além de possuírem uma infinidade de cores e tons que é maravilhoso!

*Agulhas: as agulhas para o feltro são as mesmas que utilizamos para costurar ou bordar à mão, algumas pessoas tem mais facilidade com agulhas menores, outras com maiores, mais o importante é você se sentir confortável ao trabalhar.
Só não utilize agulhas muito grandes e grossas, pois, isso pode danificar o seu trabalho, prefira agulhas mais delicadas.


*Fibra Siliconada: para fazermos o enchimento das nossas peças, o material mais indicado é a Fibra Siliconada, que você encontra facilmente em armarinhos e se você produzir peças pequenas, o material rende muito!

*Cola quente: Não há material mais perfeito para colar o feltro do que a cola quente, principalmente se você for colar feltro com feltro, a impressão que temos é que o feltro derrete e se funde um ao outro!

Quais os outros materiais posso utilizar para dar vida à minha peça?
Na minha opinião, você pode utilizar qualquer material para enfeitar a sua peça: botões, laços, pérolas, miçangas, sianinhas, fitas.....
São exatamente estes detalhes que diferenciam um trabalho do outro, afinal, cada artesão tem um jeito, só tome cuidado quando as peças foram para bebês e crianças, para não conterem peças muito pequenas que poderão se soltar!

E o molde?
Para dar vida à uma peça, é necessário que você tenha um molde, e isso é muito fácil de encontrar: com uma busca rápida no Google, você encontra diversos moldes gratuitos disponíveis, várias apostilas à venda.
O importante é que você sempre utilize os moldes de maneira consciente: se eles são gratuitos, coloque os créditos do molde quem os criou, desta forma, você estará incentivando o artesão criador do molde, a criar muito mais, valorize-o, afinal, criar um molde exige muito tempo e esforço, e jamais utilize a foto de outro artesão como se fosse o seu trabalho, isso é crime!
Você tem algumas opções para guardar o molde: imprimi-lo em um papel mais durinho, como sulfite 60 ou canson, recortar e usá-lo desta forma mesmo, ou, imprimir em papel sulfite comum, recortá-lo e transferi-lo para um plástico durinho, como o acetato (que é encontrado em papelarias) ou aquelas divisórias de plástico usadas em fichário escolar.

Estas são as minhas primeiras dicas, no próximo post, trarei dicas para que possamos começar a feltrar!

Espero que estas dicas possam ter te ajudado!
Beijos e até breve!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...